É a Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista, (situada a 47 km de São Paulo), que hospeda, nestes dias, Maria Voce e Giancarlo Faletti, na fase final de sua viagem ao Brasil.

A Mariápolis destaca-se pelo verde da natureza que a circunda e pela harmonia de suas construções. Os habitantes, aproximadamente 200, são provenientes de diversos estados do Brasil e de vários países: Itália, Congo, Portugal, Holanda, Alemanha, Peru e Equador.

Desde a década de 60, Chiara Lubich sonhava com essas “maquetes” – cidades modernas, feitas não apenas de casas, escolas e igrejas, mas também de fábricas; modelos de uma convivência de comunhão, orientada pelo amor recíproco. Foi aqui que se concretizou pela primeira vez este sonho.

Como muitos sabem, Chiara lançou em 1991 um projeto que abriu a perspectiva de uma nova economia, chamada Economia de Comunhão. Foi também aqui que surgiu o primeiro Polo Empresarial, justamente nos arredores da Mariápolis permanente, como um “laboratório” de uma economia renovada. Profeticamente Chiara delineou o seu papel, escrevendo no seu diário: “Uma Mariápolis permanente assim, justamente no Brasil, onde a distância entre ricos e pobres constitui a chaga social por excelência, poderia ser um farol e uma esperança”.

A fé heroica dos pioneiros e daqueles que os sustentaram transformou essa profecia em história. O Polo Espartaco, com suas seis empresas, tornou-se não somente meta de estudiosos e economistas, mas desde o início atraiu a atenção de políticos de alto nível: desde o deputado Franco Montoro, ex-governador de São Paulo, ao vice-presidente Marco Maciel; além de um grupo de parlamentares de vários partidos, membros de uma Comissão Mista pela Erradicação da Pobreza.

Durante a visita de Maria Voce e Giancarlo Faletti às empresas do Polo, uma empresária recordou Ginetta Calliari, uma das primeiras jovens que seguiu Chiara desde o início, e a quem se deve um grande reconhecimento seja pela difusão do Movimento dos Focolares no Brasil como pelo apoio ao desenvolvimento da EdC. Os dois hóspedes pronunciaram palavras de grande admiração e gratidão. Maria Voce ressaltou o segredo do sucesso: “É a comunhão que precede e é condição para a produtividade”. A mesma comunhão que regulamenta os relacionamentos entre gestores e funcionários internos da empresa, com as outras empresas do Polo, entre os Polos no mundo.

 

Obras sociais ao redor da Mariápolis

Há vários anos a preocupação pela solução da problemática social havia impulsionado o Movimento dos Focolares a intervir diretamente em duas áreas próximas à Mariápolis: o bairro Jardim Margarida e o Bairro do Carmo, onde residem descendentes de escravos que ali formaram um quilombo. Os dois centros sociais se dedicam principalmente às crianças e adolescentes, com atividades extracurriculares, diminuindo os riscos de violência e da droga que os assolam. Maria Voce e Giancarlo Faletti expressaram-se com palavras de gratidão.

De fato, os frutos são surpreendentes. A mudança de comportamento das crianças, suscitada pela pedagogia inspirada na Arte de Amar que caracteriza as mais variadas atividades desenvolvidas – desde o esporte à informática – influencia inclusive as escolas municipais e está suscitando sempre mais interesse por parte das instituições públicas, proporcionando várias formas de colaboração.

[pe2-image src=”http://lh6.ggpht.com/-MaIAvXJVtNA/U0c21oNkNFI/AAAAAAAACfw/qlIqPihWSd0/s144-c-o/PX5A3614%252520by%252520Caris%252520Mendes%252520CSC.JPG” href=”https://picasaweb.google.com/101612173773765030166/VisitaACidadeNovaEAsObrasSociaisNoBairroDoCarmoEJardimMargarida0904#6000825323449758802″ caption=”PX5A3614 by Caris Mendes CSC.JPG” type=”image” alt=”PX5A3614 by Caris Mendes CSC.JPG” ]

Meios de comunicação

Mas para produzir mudanças não bastam as ações; é preciso difundir as ideias através 50 anos, quando surgiram a Editora e a Revista Cidade Nova, com sede na Mariápolis. O grupo editorial não está isento da crise que atinge o setor por causa da revolução digital e a presidente e o copresidente do Movimento trazem um novo impulso. “A evolução do Brasil é rapidíssima – observa Giancarlo Faletti – e são indispensáveis meios culturais que saibam acompanhar a história sem serem esmagados; meios que saibam ler a história e iluminá-la com a luz do carisma da unidade”.

[pe2-image src=”http://lh3.ggpht.com/-71C2hel6SCs/U0c21iBh25I/AAAAAAAACfs/JjlMsCFBUug/s144-c-o/PX5A4070%252520by%252520Caris%252520Mendes%252520CSC.JPG” href=”https://picasaweb.google.com/101612173773765030166/VisitaACidadeNovaEAsObrasSociaisNoBairroDoCarmoEJardimMargarida0904#6000825321788660626″ caption=”PX5A4070 by Caris Mendes CSC.JPG” type=”image” alt=”PX5A4070 by Caris Mendes CSC.JPG” ]

Confira mais fotos na Galeria de Imagens: http://www.focolares.org.br/galeria-fotos-emmaus/


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)