Unir para Crescer: novos paradigmas do futuro

 
Bento Gonçalves  foi a cidade escolhida entre os municípios da Serra Gaúcha,  para receber a primeira edição do projeto Unir para Crescer, que aconteceu no dia  15 de março , com duração de 10 horas e destinados a empresas, comércio em geral, profissionais liberais, universidades, pesquisadores, estudantes e governo. Entre os  presentes haviam membros do Movimento.
Na abertura do encontro, Marinez Pretto, expos para todos que o que estava sendo transmitido foi inspirado no pensamento de Chiara Lubich .
Os principais eixos discutidos são: os novos paradigmas do futuro, educar e cultivar, inventar e criar, comunicar e transmitir, empreender,  inovar e com apresentação de uma nova proposta a Economia de comunhão, também é oferecida   uma consultoria, através da Clinica de Soluções, dada por profissionais especializados na área.
Com essa iniciativa  a  socióloga, antropóloga e pesquisadora Marinez Pretto, do Grupo Focus Excelência e membro do Movimento Focolares, viu uma possibilidade, diante do cenário atual, de auxiliar a economia brasileira a se reerguer,  buscando  fomentar a reação econômica do país por meio de uma cultura colaborativa entre empresas, a fim de que se ajudem  reciprocamente a viver o seu empenho social e profissional para afirmar uma nova visão e prática econômica, com acessos aos recursos naturais, dos produtos provenientes do trabalho humano e das investigações e  para viver e difundir que a comunhão de bens na sociedade e no mundo que são algo necessário em nosso tempo.
O ​projeto ​Unir para Crescer objetiva percorrer o Brasil com eventos que proporcionam a reflexão e a ação em prol do desenvolvimento econômico​ e  a formação de uma nova cultura . A proposta consiste em eventos de integração entre empresariado, instituições, universidades, profissionais liberais, e cidadãos com o fim de encorajar e impulsionar o crescimento através da troca de informações e experiências. A meta é de que essa união entre setores e saberes auxilie os envolvidos a pensar fora da caixa e combater a estagnação e que juntos se esforcem para realizar iniciativas, obras e ações visando  num empenho comum procurar  compreender as causas dos problemas enfrentados.
Por isso, mais do que nunca é preciso ser criativo, para voltar a crescer e de forma sustentável”, explica Marines Pretto,  que acredita na força da proposta do evento de promover mudanças por meio de uma nova cultura.

Regolamento (500)