Mariápolis em Manaus: uma resposta de amor à humanidade

 

Com o título “Uma resposta de amor à humanidade”, de 16 a 18 de junho aconteceu em Manaus a Mariápolis de 2017, com a participação de jovens e adultos de várias cidades do Amazonas e de outros estados.

A programação propôs como resposta aos questionamentos do homem moderno o grito de Jesus na cruz: “meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes?”.

Partindo da descoberta de Chiara Lubich, os Mariapolitas de Manaus puderam conhecer experiências vividas por indivíduos e grupos, que encontraram no amor evangélico, consolidado nas dificuldades, as respostas a estes questionamentos.

Desde o primeiro dia, os participantes se envolveram com a programação e o clima de família era perceptível. O convite a serem todos protagonistas e não espectadores, resultou em um envolvimento coletivo e contou com a contribuição a entidades externas ao Movimento dos Focolares, como a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Nova Recicla, que protagonizou um verdadeiro modelo para uma igreja “em saída”, em busca dos necessitados, daqueles que vivem invisíveis na sociedade de consumo, nas periferias de nossas cidades.

Dom Mário Pasqualotto, bispo emérito de Manaus, esteve presente todos os dias. 

Na conclusão, a palavra de vida do dia “Eis que vos envio…” colocou no coração de todos o desejo de continuar em seus ambientes a realidade vivida naqueles dias. Foi espontâneo para alguns afirmar ter realizado uma experiência que lhes mostrou a luz que até então não conheciam.

Regolamento (500)