Famílias Novas faz 50 anos

 

Chiara Lubich con A e D Zanzucchi e G FumagalliEnquanto se realizava a primeira Escola dos focolarinos casados, Chiara Lubich, parafraseando uma expressão que no dia anterior, na audiência geral, Paulo VI dirigira aos jovens dos Focolares, anunciou que naquela data (19 de julho de 1967) dentro do Movimento dos Focolares nasceria “um Movimento explosivo, apostólico e difusivo” para o mundo da família.

À distância de 50 anos, bem que se pode dizer que aquelas palavras, com a vivência delas, foram concretizadas de verdade por Famílias Novas. De fato, nestes anos, casais de esposos, noivos, e todos os que têm a ver com o mundo da família, em contato com o carisma da unidade viram revigorar o seu amor recíproco por aquele amor que se abebera no Evangelho, o transformando em testemunho do amor de Deus pela humanidade.

Chiara_Famiglie002 Argentina 1998

Um amor que gerou, como consequência, a difusão do Movimento na maior parte dos países do mundo, até as ilhas Fiji (Oceano Pacífico).

Famílias Novas está empenhada em dar uma resposta às necessidades da família de hoje, em linha com a exortação “Amoris Laetitia”. Não com palavras, mas com o fruto da vivência de uma multidão de famílias que no seu testemunho quotidiano de unidade e na atuação de uma centena de projetos de cooperação internacional e de apoio à distância, contribuem para a renovação da sociedade e para a realização do testamento de Jesus: “Que todos sejam uma coisa só”.

Source: Site Internacional

Regolamento (500)