Projeto Amazônia em Magníficat: dar espaço ao amor

 

Elaine tem apenas 10 anos, mas dedica parte do seu dia para ensinar português e matemática aos irmãos e vizinhos. Com a própria letra, escreveu em uma placa o nome da escolinha: “É bom aprender com tia Elaine”, pediu carteiras velhas ao diretor da Escola Magnificat e montou, ali mesmo, na área de sua casa, a escolinha de reforço.

Elaine quer ser professora. Prepara os exercícios com os livros que conseguiu transcrevendo-os em folhas de papel para os amigos. É apenas uma criança, mas já entendeu que o Amor é doação. A essência do Projeto Amazônia.

Dar espaço ao amor

Essa é apenas uma das fortes experiências que os 19 missionários do Projeto Amazônia, de todas as partes do Brasil, tiveram a oportunidade de vivenciar. De 16 a 23 de julho, eles se dedicaram a levar a acolhida, o amor e os próprios dons para a comunidade de Magnificat, um município de 60 mil habitantes no norte do Maranhão.

O primeiro objetivo de todos os missionários, renovado a cada dia, é o de amar concretamente e dar espaço ao amor. E é o que faz um deles, de fé budista, sem nunca olhar para as diferenças em relação aos cristãos, sempre colocando em comum os seus conhecimentos sobre o meio ambiente.

As aventuras são muitas no Projeto Amazônia! Canoa no rio, colheita de feijão às 6h, dormir com mosquitos e acordar com o galo cantando. Além dos muitos momentos de diálogo e reflexão com as famílias, sobre matrimônio e a educação dos filhos.

Missionários e comunidade viveram muitos momentos de partilha e convivência, com direito a sessão de cinema com pipoca.

O amor de Deus, que não se deixou vencer em generosidade, fez o amor circular entre todos nestes dias e também já providenciou quadro, giz de cera e folhas coloridas para a escolinha da tia Elaine.

Confiram algumas fotos!

 

Regolamento (500)