Redescobertas sobre a dor e o amor na Mariápolis de São Carlos

 

A Mariápolis, encontro dedicado a quem deseja conhecer o Movimento dos Focolares, também aconteceu na cidade de São Carlos, em São Paulo, de 15 a 18 de junho. Estavam presentes cerca de 400 pessoas, entre famílias, jovens, adolescentes, crianças, adultos, religiosos, seminaristas, sacerdotes e algumas pessoas de outras igrejas e outras convicções religiosas.

Para muitos dos presentes, um dos momentos mais bonitos desses dias foi a apresentação do tema sobre Jesus Abandonado, um dos pontos da espiritualidade dos Focolares, que permite uma redescoberta do amor de Deus também nas situações mais difíceis e nas dores do dia a dia.

“Se Chiara sonhou que vivendo o Ideal da Unidade, o amor e a fraternidade se tornariam realidade, hoje experimentei, mais uma vez, este seu sonho realizado. Viver no Amor é verdadeiramente possível, sem precisar fugir ou negar os momentos de dor”, compartilhou Silvia, da cidade de Assis.

Durante a programação, cerca de duas horas foram dedicadas apenas às famílias, com experiências que ajudaram muitas pessoas a descobrir que é possível amar e recomeçar mesmo nas crises e dificuldades.

Além disso, jovens e crianças também tiveram programações específicas para compartilharem experiências de acordo com os desafios de cada idade.

A Mariápolis de São Carlos também contou com a presença especial do bispo da cidade, Monsenhor Paulo Sérgio, que acolheu a todos e fez questão de celebrar a missa em dois dos três dias. O bispo realizou refeições com todos os mariapolitas e expressou o desejo de ter um Focolare na sua cidade, bem como uma presença do Instituto Sophia, já que São Carlos é um polo universitário.

Os mariapolitas também participaram de nove workshops temáticos, escutaram experiências e viveram momentos de convivência.

 

 

 

Regolamento (500)