Contentar-se com aquilo que temos

 

Quanto mais se tem mais se quer. Essa é a norma do mundo. Quanto mais se dá mais se tem. Essa é a norma do amor. Quem já experimentou a segunda opção despreza a primeira e quem nunca experimentou a segunda não está contente com a primeira. Conclusão: doar amor é o mesmo que contentar-se com o que se tem. Aliás, não somente contentar-se, mas ser feliz. A ganância é um vício que nunca satisfaz, vive em busca do ter na ilusão da felicidade. E quanto mais enche os bolsos mais esvazia o coração. Olhemos o que temos. É pouco? Colocado em comum com todos torna-se muito, pois a comunhão gera abundância. Se aquilo que não tenho me angustia é porque não valorizo aquilo que tenho. O pouco com o amor é muito e o muito sem o amor é nada. Se o que temos já nos basta, podemos até ter mais…para doar mais.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)