Carta do Movimento Político pela Unidade lembra importância do diálogo político fraterno após assassinato de vereadora

 

O Movimento Político pela Unidade repudia de forma veemente o uso de qualquer atitude ou ação violenta para calar/silenciar as vozes das pessoas ou grupos que buscam o diálogo como possível resposta/solução para as crises social, política, econômica, educacional, jurídica, cultural que o Brasil enfrenta.

Violência que calou a voz da Vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro, e de seu motorista Anderson Pedro Gomes, e que cotidianamente vem calando a vida de muita gente. Não apenas hoje, não apenas no Brasil.

Nosso pesar e presença fraterna a todos e todas que diariamente vivem na pele as consequências da falta de um diálogo fraterno.

Essas ações, mais do que nos amedrontar, devem nos mobilizar na luta e fortalecimento de uma democracia que eduque e promova uma sociedade capaz de diálogo político fraterno (suprapartidário), gestado no respeito às muitas diferenças/riquezas que compõem a nossa sociedade.

O Movimento Político pela Unidade se coloca ao lado de cada pessoa, filhas e filhos desse mundo, para respondermos a qualquer violência com mais diálogo, mais respeito, mais fraternidade.

Acreditamos que a FRATENIDADE universal é a raiz mais sólida para uma verdadeira transformação política e social, justamente porque parte da mente e do coração das PESSOAS, sem se limitar às estruturas.

Movimento Político pela Unidade

Brasil

brasil@mppu.org.br

 

Regolamento (500)