Em Ananindeua, Chiara é homenageada com Dado da Paz em praça pública e projeto de educação

 

Em Ananindeua, no Pará, a comunidade celebrou os 10 anos de falecimento de Chiara Lubich com projetos que tiveram início muito antes da data propriamente dita.

Tudo começou em outubro de 2017, quando surgiu a ideia de construir na praça da cidade o Dado da Paz, que já faz parte da vida de algumas cidades no Brasil. É um Dado do Amor em tamanho gigante, para que todos os cidadãos da cidade possam viver a Arte de Amar.

O primeiro passo foi um encontro com o prefeito. Na ocasião apresentaram não só o projeto do Dado como também um projeto de educação, desenvolvido no âmbito do Movimento dos Focolares e também presente em outros municípios do Brasil, intitulado “Educar para uma Cultura de Paz”, que propõe uma metodologia de paz dentro das escolas por meio de atividades com os alunos.

O prefeito deu o sinal positivo para os dois projetos! Então a comunidade formou dois pequenos grupos para apresentar às respectivas secretarias. A Secretária de Educação ficou tão impressionada que ao invés de acatar a proposta de um projeto piloto em duas escolas, quis logo implementar em quatro.

Na Semana de homenagens à Chiara, a comunidade se propôs a realizar diversas atividades sociais pela cidade: um sopão para os moradores de rua, visitas aos doentes e visita à uma penitenciária feminina.

Tudo isso culminou no dia 18 de março quando toda a comunidade realizou e animou uma missa campal na praça da cidade, com a presença do prefeito e outras autoridades para inaugurar o Dado da Paz, dar início ao projeto “Educar para a Paz” e reinaugurar um monumento à Chiara com a sua biografia.

Foi uma grande festa! Crianças das escolas que participarão do projeto estiveram presentes e cantaram o hino de Ananindeua.

“Em 27 de outubro de 1995, a pedido da comunidade de Ananindeua, Chiara deu a seguinte Palavra de Vida: “Disso todos saberão que sois meus Discípulos, e vos amardes uns aos outros”. Este é o maravilhoso programa que está sempre diante de nós, e queremos vivê-lo intensamente, para que dessa praça que traz o seu nome parta uma onda de fraternidade que chegue a muitos corações, gerando em nossa cidade a paz que todos desejam”, nos escreveu a comunidade de Ananindeua.

Regolamento (500)