“Uma semente que germina” é tema de Jornada em Bauru

 

Clima de família, temas sobre Maria e presença ecumênica expressam evento no interior de São Paulo.

No último dia 27 de maio, ocorreu em Bauru, no centro do estado de São Paulo, uma jornada para apresentar o Movimento dos Focolares a interessados.

Aproximadamente 160 pessoas, entre adultos, jovens e crianças estiveram reunidos em um centro de convivência da cidade. Na lista das cidades vizinhas, estavam Marília, Lençóis Paulista, Botucatu, Avaré, Jaú, Gália.

O eixo central da jornada foi a figura de Maria, presença tocante e experimentada por cada participante que, através das experiências partilhadas foram envolvidos pelo clima de família que se criou. Para alguns a jornada foi “preencher um vazio na alma de muitos, porque constataram que o amor, a unidade não se repete, é sempre novo.”

Na programação, a história da espiritualidade da unidade é conduzida por perguntas de um jovem curioso para um casal e, assim, todo o grupo começa a se situar melhor. Também são expressas fortes experiências, desde uma mãe que descobre e procura conviver com a doença rara da filha, passando por uma jovem com crise de fé que redescobre a certeza do amor de Deus, até um rapaz que se livrou das drogas com a prática diária do evangelho.

O protagonismo das comunidades, desde o período de preparação até a realização do encontro gerou uma grande comunhão e partilha, onde tudo era de todos. Esta realidade foi constatada na impressão de um participante: “A jornada foi um alimentar a chama do Amor, saio daqui com a certeza que, ao servir ao irmão, construo um mundo melhor…”

A presença de irmãos de outras igrejas, partilhando inclusive suas experiências sobre a Palavra de Deus, deu um toque todo especial ao dia, testemunhando a unicidade da Igreja, povo de Deus.

As experiências das novas gerações foram determinantes para alguns jovens e pessoas que estavam tendo o primeiro contato. Alguns expressaram o desejo de participar do GenFest 2018 na Mariápolis Ginetta. Uma jovem afirmou: “Eu amei o encontro, me identifiquei com o movimento, me senti super bem acolhido… Quero ir além das fronteiras e ligar pontes com outras pessoas”.

A semente do Ideal lançada neste dia fez renascer a esperança na vida de tantas pessoas que querem começar e/ou recomeçarem na vida de unidade.

 

Eis algumas impressões:

“Esse encontro foi um “recomeçar”, pois com todas as tribulações do dia-a-dia, nós nos esquecemos das coisas mais importantes da vida que é amar nas pequenas coisas”,

“Esses encontros nos ajudam a seguir em frente, e não sair do caminho”

“Senti que Maria mesma reuniu aqui seus filhos, com um divino fruto: Jesus no meio. Meu propósito é fazer de tudo para a semente germinar”

“É muito bom beber a água da fonte. A vida vai aos pouco nos deixando desiludidos, frios, enxergando somente os defeitos das pessoas, os interesses. E aqui nos vem à tona o convívio com amor, a atenção, a olhar às qualidades das pessoas ao relacionamento sincero, a delicadeza, o respeito, o olhar de irmãos com um pai que está de “olho” em nós, que nunca nos abandona e que fomos escolhidos por Ele. É muito gratificante. O coração se enche de alegria”

Regolamento (500)