A misericórdia gera compreensão

 

Ser misericordioso é ser também compreensivo. Quanto mais aprendo a perdoar, tanto mais aprendo a ser compreensivo com as pessoas.
Aprendo a compreender também os meus limites, a minha vulnerabilidade.
Eu não sou melhor do que ninguém, por isso não posso julgar e nem condenar os outros por suas fraquezas.
Com a misericórdia e a compreensão eu posso ajudar os outros a encontrarem o bom caminho. Tratando todos com dignidade posso ajudá-los a compreender os próprios erros e como corrigi-los.
Quem recebe misericórdia, sabe ser compreensivo consigo mesmo e com os semelhantes.
Saber pedir perdão e saber perdoar: essa é a compreensão sublime do amor ao próximo.

Apolonio Carvalho Nascimento

Regolamento (500)