Encontro dos sacerdotes focolarinos: “totalmente paraíso e totalmente pé no chão”

 

Depois de muitos anos sem um encontro só para eles, na semana de 25 a 28 de junho, 20 sacerdotes focolarinos e um diácono permanente se encontraram no Centro Mariápolis Maria Mãe da Luz, em Brasília.

Desde o início, receberam uma acolhida calorosa dos membros dos Focolares e logo todos se sentiram em família.

Na programação, muitos momentos de aprofundamento na espiritualidade da unidade. Viram juntos o tema de Vera Araújo sobre o Paraíso de 49 – período luminoso especial, no qual, Chiara Lubich teve algumas intuições sobre os desígnios de Deus sobre o Movimento -; um tema de Piero Coda sobre “Jesus e a Unidade”; e também o tema de Chiara Lubich sobre “Maria e o Espírito Santo”.

“Foi muito importante nos olharmos frente a frente para podermos retomar nossa caminhada. Foi totalmente paraíso e totalmente pé no chão, contemplação e ação. Este foi um encontro histórico. De fato marca uma nova etapa em nossa vida de sacerdotes focolarinos no Brasil”, nos escreveram.

Ao final, já saíram com a proposta de um novo encontro do setor no mesmo período do ano que vem e felizes pela oportunidade dde estarem juntos.

Mais sobre os sacerdotes focolarinos

Desde a década de 50 diversos sacerdotes diocesanos foram atraídos pelo espírito de unidade, centralizado sobre o mandamento do amor recíproco, que caracteriza o Movimento dos Focolares. Encontraram nele uma resposta do Espírito para a “corrente” de renovação que atravessa a Igreja e que tem seu ponto focal no Concilio Vaticano II.

A participação no Movimento não os retira da vida das suas dioceses, mas os estimula, em meio às suas atividades normais, a propor e fazer crescer o espírito de unidade entre todos, a partir do presbitério diocesano, em pleno acordo com o bispo e abertos ao diálogo universal.

 

Regolamento (500)