Uma marca e um nome especial no Genfest de Campina Grande

 

O Genfest de Campina Grande, na Paraíba reuniu quase 650 jovens, dos quais 150 participando pela primeira vez de um evento do Movimento dos Focolares.

Durante os dois dias de encontro, um nome marcou e deu sentido a muitos momentos. Cerca de 30 dias antes do Genfest, Gabriela Pessoa, uma jovem de 21 anos que ajudava a preparar o evento, faleceu em um acidente de carro, comovendo a todos.

Os jovens continuaram a preparação, depois do trágico acontecimento, firmes na fé e acreditando que Garbriela ajudaria lá do céu para que esse fosse um Genfest especial para todos os jovens da região.

E assim foi. Como nos escreveram muitos jovens.

“Esse encontro aconteceu para nos dizer, a todo momento: tenham força, jovens. As maiores revoluções da história foram feitas por nós, os jovens e a revolução de amor não vai ser diferente, está em nossas mãos o poder de mudar mundos, de dar sentido a nossos passos, sorrisos, abraços e olhares e nós sabemos que esse sentido é o amor, você o chamando de Deus ou não”, disse Chrystian Santana, de Natal (RN).

“Tenho certeza que a partir de hoje me tornarei um ser humano melhor, estendendo as mãos e pondo em prática tudo que vivenciei no Genfest! O mundo tem jeito sim, basta cada um de nós fazermos nossa parte, lógico cada um na sua realidade, um simples gesto, pode mudar a vida de muita gente… Deus é Fiel!”, escreveu Leandro Salles, de Quipapá (PE).

“Foi bombástica a sua história (da Gabi) para todos. Era impressionante como sentíamos a presença desse anjo chamado Gabi entre nós”, completou Maria Helena, de Natal.

 

 


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)