Neste inverno, chamar cada um pelo nome

 

Terê e Flávio, do Movimento dos Focolares de Caxias do Sul, participam neste inverno do Projeto Hospedagem Solidária, que acolhe cerca de 50 pessoas em condição de rua na cidade.

Ali, eles encontram alimentação, espaço para o banho, para lavar a roupa e ainda recebem um café da manhã antes de retornarem às ruas no dia seguinte.

O projeto acontece durante todo o inverno podendo perdurar até o final de setembro deste ano. O espaço funciona todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos e tem o apoio da Fundação de Assistência Social (FAS) e da Guarda Municipal.

Terê e Flávio nos contam que a ação vai além do que os voluntários já fazem hoje — servir sopa, entregar cobertores e escutar as feridas da alma de quem quer apenas ser ouvido. Ao oferecer um lugar seguro para o pernoite, com banho quente e alimentação, o acolhimento proporciona a essas pessoas que vejam o valor que elas têm, resgatando a dignidade do ser humano.

O trabalho só tem sentido, quando nós chamamos cada um pelo seu nome.

Regolamento (500)