Um Sim que se faz história

 

Cerca de 360 participantes dos estados de Alagoas e Sergipe estiveram na Mariápolis 2018, entre os dias 6 e 9 de setembro, em Maceió, que este ano teve como tema: “Um Sim que se faz história”.

A abertura, na noite de quinta-feira, levou todos a uma viagem no tempo com uma retrospectiva das Mariápolis de outros anos, com fotos e um depoimento.

Logo no início, os mariapolitas puderam escutar as sábias palavras de Frei Hans, que falou sobre a importância da Vida da Palavra. “Deus não enviou Jesus para resolver problemas, isto é os problemas não foram resolvidos, eles existem até hoje, mas enviou seu filho para nos dar a certeza do seu imenso Amor de Pai. E isso podemos fazer, isto é, se transmitirmos o seu Amor aos outros mediante a vida da Palavra, como Maria…”

As crianças e os adolescentes tiveram uma programação especial só para eles. Mas se juntaram a todos na gincana realizada em uma das tardes. Da criança à vovó, se via um relacionamento de amor mútuo e ajuda durante as etapas dessa gincana. Um senhor, com ar de empresário, após ter perdido a etapa de transportar pequenos algodões com uma colher de um prato para o outro com uma venda nos olhos, ao tirar a venda, deu um grande sorriso e disse, “o mais importante de tudo é ver a gente treinando a paciência entre nós, esperando uns pelos outros, assim a gente consegue…e olha só quantas pessoas iluminadas ao meu redor.”

Momento marcante foi a apresentação das etapas da vida de Maria em forma de meditação. Cada vivencia de Maria revelava uma identificação com a nossa própria vida. Assim, os mariapolitas puderem rever o próprio caminho recordando o chamado a ser uma outra Maria em nossos vários ambientes, especialmente diante dos sofrimentos, dos desafios, conquistas e alegrias da vida em família.

A Mariápolis também teve um espaço para uma discussão saudável sobre política e cidadania. A política foi apresentada como um modo de vida pela fraternidade universal e imperou o respeito pela pluralidade de posições.

A conclusão ficou com o vídeo do Papa Francisco em Loppiano e o seu convite para “estarmos na Escola de Maria para aprender a conhecer Jesus, viver de Jesus presente em cada um.”

 

 

,

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Regolamento (500)