Bispo realiza visita pastoral à Mariápolis Ginetta

 

Na primeira quinzena de novembro, a Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista, São Paulo, recebeu a visita do bispo diocesano Dom Frei João Bosco. O bispo esteve junto à comunidade do Movimento dos Focolares por ocasião da visita pastoral à região e também pelo centésimo aniversário de nascimento da Serva de Deus, Ginetta Calliari, uma das primeiras focolarinas.

O bispo estava acompanhado pelo padre Marcelo Pereira coordenador do Setor Pastoral Cotia, pelo padre Reginaldo Machado representante dos presbíteros da região e pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, de Vargem Grande Paulista, e do padre Alexandre Oliveira, da Paróquia Santo Antonio Galvão também de Vargem Grande.

O primeiro ato consistiu na visita à padaria, Espiga dourada, porta de entrada da Mariápolis, onde Dom João foi acolhido por Ronaldo Marques e Vitoria Franciscatti, coordenadores da Mariápolis e outros moradores onde, além de conhecer este especial empreendimento degustou o melhor da casa.

Em seguida, foi acolhido no auditório de uma das casas da comunidade por representantes do Conselho da Mariápolis e das suas várias realidades, e ali pode se inteirar das várias atividades, espirituais, pastorais e sociais do Movimento dos Focolares realizadas nesta região.

Após uma breve apresentação da inspiração inicial de Chiara Lubich a respeito das Mariapolis e do seu desígnio e do Mapa da Mariapolis Ginetta feita por Vitoria e Ronaldo, o bispo pode conhecer algumas das diversas realidades que envolvem a Mariápolis e o Movimento dos Focolares na região.

A Editora Cidade Nova, o Polo Spartaco e a Economia de Comunhão, a Escola de Jovens por um Mundo Unido, a escola de focolarinos e focolarinas, a escola das famílias, além do trabalho social realizado nas escolas do município, e as obras sociais iniciadas por Ginetta no Bairro do Carmo e no Jardim Margarida. O bispo também se inteirou sobre o novo focolare aberto em Caucaia, um distrito de Cotia.

No final desta apresentação, Dom João Bosco tomou brevemente a palavra para agradecer a presença e a ação do Movimento nos vários âmbitos da vida diocesana e encorajar os membros da Mariápolis a continuarem nesse movimento de saída já iniciado, para levar o carisma da unidade para toda a Diocese.

Este mesmo encorajamento, foi reiterado na homilia da Santa Missa, realizada na Igreja de Jesus Eucaristia, às 20h, que concluiu esta visita pastoral. Ainda na homilia Dom João relatou que enquanto via e escutava as experiências naquele dia na Mariápolis, lhe recordava o que São Paulo dizia na primeira leitura sobre os relacionamentos harmoniosos que devem existir na comunidade.

No momento de ação de graças da Missa, da qual participaram também os padres do Setor Pastoral Cotia com muitos de seus paroquianos, houve uma homenagem especial a Ginetta Calliari, com a experiência de Armando Tortelli, empresário e um dos pioneiros da Economia de comunhão sobre o seu relacionamento com a Serva de Deus. E também do testemunho de uma jovem de Recife, Clarice Freire, renomada escritora, membro interna do Movimento eclesial Os Viventes que foi particularmente marcada pela vida de Ginetta com a leitura do livro Ginetta Calliari, uma vida pelo Ideal da unidade, editado pela Cidade Nova.

 

 


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)