Defender quem é perseguido

 

Cada um de nós individualmente pode defender quem é perseguido. Em primeiro lugar não tendo nenhuma atitude de perseguição para com as pessoas que conhecemos ou com as quais temos algum tipo de contato. Ou até mesmo evitando difundir algum pensamento discriminatório, como por exemplo, em relação aos migrantes.
Podemos defender os direitos de quem é incapaz ou intelectualmente menos favorecido, tendo uma atitude inclusiva, sobretudo no ambiente de trabalho.
Ao expor uma opinião, devemos ter o cuidado de estar do lado da justiça e da verdade.
Se nossa intenção é amar a todos sem distinção, defender quem é perseguido deve ser uma prioridade em nosso falar e em nosso agir.
Amar o próximo como a nós mesmos significa defender os fracos, os injustiçados, os perseguidos.
Quem ama dá testemunho da verdade e da justiça.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)