Acolher a todos

 

Cada manhã peço a Deus que me dê a mesma abertura do coração de Jesus: saber acolher a todos sem fazer distinções de nenhum tipo.
Jesus acolheu os pecadores, os doentes, os pobres, os estrangeiros, as crianças. Enfim, acolheu a todos. Quem se aproximava Dele não se sentia rejeitado.
Peço a graça de ter um coração semelhante ao Seu: manso e humilde, para saber acolher e amar cada pessoa como ela gostaria de ser amada.
Com prontidão, acolher e dar de comer a quem tiver fome, dar de beber a quem tiver sede, vestir quem estiver nu; acolher e visitar quem estiver doente, preso, sozinho, o idoso desprezado, a criança abandonada. Acolher e escutar um obrigado do próprio Jesus, que toma como feito a si todo ato praticado em favor do nosso próximo.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)