Contribuir para o bem comum com responsabilidade

 

A vida deve ser compreendida de forma integral. Não podemos setorizar ou separar alguns aspectos da vida segundo categorias.
Não posso separar religião, política e vida social. Não posso separar prática religiosa e vida em família.
Devo ser cristão quando vivo a política e devo ser cidadão quando vivo a minha fé.
Devo praticar a minha religião na família, no convívio social, em todos os lugares. Nem sempre de modo declarado, mas sempre de maneira testemunhal com coerência e responsabilidade para contribuir com o bem comum.
O que mais me atrai no cristianismo é a vida de comunidade. O que significa ter uma vida em comum com outras pessoas que abraçam a mesma fé e o mesmo ideal.
Tudo o que sou, tudo o que tenho, tudo o que faço, deve ter como objetivo o bem de todos.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)