Dar desinteressadamente

 

Dar sem nenhum tipo de interesse pessoal.
Quem consegue viver essa dimensão de dar não somente coisas, mas doar-se em favor do outro, alcança dentro de si o mesmo equilíbrio e harmonia que existem na natureza, onde cada coisa está em doação uma para a outra em função do todo.
Quem sabe dar desinteressadamente realiza o bem em ampla escala e constrói um mundo novo ao seu redor, no qual a verdadeira felicidade e a realização pessoal se tornam o espelho da felicidade do outro que está ao seu lado.
Quando a mentalidade da partilha se torna comunhão fraterna, surge uma nova cultura que substitui a cultura do ter, do egoísmo, da ganância. Deus se torna o nosso único bem, o nosso tesouro.
“Pois onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Lc 12,34)
Na liturgia da missa em português, quando o celebrante diz: “Corações ao alto”, todos respondem: ” O nosso coração está em Deus”.
Que isto se torne verdade em nosso agir, pois estando em Deus conseguiremos dar tudo desinteressadamente, até mesmo a própria vida.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)