Compartilhar com os outros tudo o que for possível

 

Trecho de uma meditação escrita por Chiara Lubich:
“Partícipes dos desígnios de Deus sobre a humanidade, traçar sobre a multidão recamos de luz e, ao mesmo tempo, dividir com o próximo a fome, a injúria, os golpes, as alegrias fugazes.”
Devemos participar da vida uns dos outros. E, para isso, partilhar tudo o que é possível: nosso tempo, nossa disponibilidade em ouvir, em entender; partilhar os nossos talentos, a nossa inteligência; partilhar também os nossos dons espirituais, a experiência de vida da Palavra; assim como, os nossos bens materiais e as nossas necessidades.
A comunhão recíproca gera uma comunidade onde Deus está sempre presente e compartilha com todos a sua divindade.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)