Compartilhar bens materiais e talentos

 

Na partilha podemos dar e receber. E ninguém é melhor ou maior do que os outros pelo fato de doar mais.Diante de Deus têm o mesmo valor: tanto o gesto humilde de quem coloca em comum a sua necessidade, quanto a generosidade de quem doa o que possui.Portanto, compartilhar não significa apenas doar, mas também receber.Da mesma forma acontece com a partilha dos nossos talentos. Não há ninguém que seja totalmente desprovido de talentos. Não só de talentos artísticos, mas de todo tipo de talento: a capacidade de fazer trabalhos humildes de serviço aos outros, de organizar atividades na comunidade; assim como oferecer as próprias aptidões em todos os campos.O importante é que entendamos o sentido da partilha como uma comunhão, onde todos têm algo para oferecer e para receber.A partilha é a nossa maior riqueza, porque a quem dá será dado; quem pede, recebe; quem procura, encontra; para quem bate, as portas se abrem. (Cf Lc 6,38 e 11,5-13)


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)