Hoje, crescer no amor mútuo

 

O amor não se basta a si mesmo, deve ser mútuo e deve refinar-se, crescer, melhorar a cada dia. Se alguém porventura considerar como ponto pacífico que já amou o bastante, a partir daquele momento começa a retroceder. O amor tem parte com Deus e por isso se expande ao infinito, não estagna, não se detém com nada e não guarda resquícios do passado como possessão. O amor é livre e atual e deve ser intenso a cada momento presente, tão intenso quanto indistinto, porque, como dizia Chiara Lubich: “No amor o que vale é amar.”

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)