Acolher-nos uns aos outros

 

Nós devemos ter um relacionamento fraterno, com um amor sincero que acolhe o outro.
Na família, a acolhida recíproca deve ser constantemente alimentada por gestos de amor que aquecem o ambiente. Não demos por ponto pacífico que o amor entre os familiares já existe. Temos que reinventá-lo a cada momento presente.
Imaginemos um mundo onde todos se cumprimentam com amor sincero em seus corações. Pois bem, isso é possível se cada um de nós tomar a iniciativa e der o primeiro passo.
Desde a primeira saudação de bom dia, o outro deve sentir que estamos inteiramente a seu dispor com um amor sincero que o acolhe.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)