Ser um sinal de esperança para muitos

 

O amor deve queimar em nosso peito como chama que não se apaga.
De fato, onde há amor há calor humano que aquece os corações, alivia as dores, sara as feridas das separações, anula as distâncias.
Jesus comparou seu amor ao fogo: “Fogo eu vim lançar sobre a terra e como gostaria que já estivesse aceso!”  (Lc 12,49)
Acendamos esse fogo que entusiasma e dá esperança, que dá vida nova e traz consigo a paz.
Amor se alimenta de amor. Quanto mais o doamos, mais temos para dar. Quanto mais a ele nos entregamos, mais livres somos para amar. 
Quando amamos, somos um sinal de esperança para muitos.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)