Sentir-se olhado e amado por Deus

 

O amor de Deus por nós é constante e infinito, mas para senti-lo temos que estar também nós em uma atitude de amor.
Quando amamos, os outros também se sentem amados por Deus, pois o nosso amor é para eles um afago da ternura divina.
O amor de Deus é tão imenso que, mesmo se eu fosse a única pessoa no mundo necessitada de redenção, Ele teria igualmente vindo à terra somente por mim. É o que sinto quando amo: a imensidão infinita do amor de Deus de modo pessoal e exclusivo.
A nossa vida inteira devemos proclamar esse amor de Deus em favor de cada sua criatura. Não tanto com palavras, mas com gestos concretos.
Assim a pessoa amada, por sua vez, começa a entender e sentir o imenso amor de Deus em seu quotidiano.
Quem ama revela ao mundo a linguagem coloquial do paraíso: amor infinito.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)