Aperfeiçoar o nosso amor a Deus no irmão

 

Creio que todos nós temos o desejo de amar sempre mais a Deus. E, algumas vezes, a primeira coisa que fazemos é multiplicar os momentos de oração, fazer alguma penitência, intensificando de maneira geral as práticas da piedade cristã.
Isso é uma coisa boa, que certamente agrada a Deus, quando é feita de modo sincero e equilibrado. Porém, não é suficiente. O nosso amor a Deus tem de se traduzir também no amor ao próximo.
O primeiro e o segundo mandamentos da lei de Deus: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”, são inseparáveis.
Quando aperfeiçoamos o nosso amor ao próximo, amando-o realmente como a nós mesmos, vemos que a nossa oração se torna mais espontânea, mais frequente e mais intensa, confirmando o nosso amor a Deus.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)