Centenas de voluntários dos Focolares se reúnem em conexão virtual

 

No sábado do dia 20 de junho foi realizada uma Conexão Nacional do Setor dos Voluntários de Deus do Movimento dos Focolares com presença de mais de 500 participantes, transmitida pelos canais do Zoom e Youtube, no horário de 08h30 as 12h30.

A videoconferência contou com a presença dos Voluntários  de todas as regiões do Brasil e com as participações especiais de João Batista Brito (responsável dos Focolares no Brasil) e de Paolo Mottironi e Silvio Berti, do Centro Internacional dos Voluntários (Roma). O evento teve como objetivo celebrar a beleza e a vitalidade dessa ramificação da Obra de Maria.

Durante o evento aconteceram variadas e riquíssimas apresentações artísticas e culturais de todas as regiões do Brasil. Às 10h, João Batista (responsável dos Focolares) saudou os participantes. Disse que estava contente com tantos voluntários reunidos nessa conexão, sobretudo nesse período de distanciamento social e compartilhou com os presentes um pensamento sobre uma reflexão de Chiara Lubich, intitulada “A atração do tempo moderno”. Nesse texto, que reflete de modo especial a vida do voluntário como uma carta magna para a nossa vocação, Chiara diz: “Eis a grande atração do tempo moderno: atingir a mais alta contemplação e manter-se misturado com todos, lado a lado com os homens. Diria mais: perder-se no meio da multidão, para impregná-la do divino, como se ensopa um naco de pão no vinho. Diria mais: partícipes dos desígnios de Deus sobre a humanidade, traçar sobre a multidão recamos de luz e, ao mesmo tempo, dividir com o próximo a injúria, a fome, os golpes, as alegrias fugazes. Porque a atração do nosso, como de todos os tempos, é o que de mais humano e mais divino se possa pensar: Jesus e Maria, o Verbo de Deus, filho de um carpinteiro; a Sede da Sabedoria, mãe de família”.

Um dos destaques da Conexão foi o momento em que os participantes das várias regiões do Brasil contaram as suas riquíssimas experiências de vida, mostrando assim que os voluntários de Deus são leigos que vivem de modo totalitário a espiritualidade evangélica da unidade.

​“Belíssimas experiências. Meu coração se enche de esperança na certeza que não importa onde esteja ou o que aconteça, pois nunca estarei sozinho na luta por um mundo unido e fraterno”, disse Magnus de Carvalho, um dos participantes.

Durante a conexão, os voluntários falaram do Projeto “Sejam uma Família”. É um projeto emergencial do Movimento dos Focolares que visa atender às necessidades das famílias que foram atingidas pela crise sanitária causada pelo coronavírus. Ainda existem muitas perguntas sobre esta emergência de saúde global. Poucas respostas. Mas, diante desse cenário, podemos e devemos reagir e responder de acordo com a consciência e com a vocação. Como podemos ser um instrumento de amor e, portanto, de ajuda àqueles ao nosso redor que sofrem das mais variadas necessidades: da saúde ao trabalho, da comida à educação?

Paolo Mottironi, em sua mensagem inicial, salientou a importância da vocação para o Movimento dos Focolares e para a humanidade. Também falou que se tiver uma vocação do futuro, essa deve ser a vocação do voluntário. “Nós estamos ali no dia a dia no ambiente que vivemos nos santificando”. Na mensagem final, agradeceu a todos os participantes e disse que os Voluntários do Brasil hoje são 840, mas seria belo se chegasse a 1000 até a próxima Assembleia Central do Setor, em abril de 2021.

E concluiu: Muita coisa se pode dizer, sobretudo diria que é preciso viver bem o momento presente. Em particular saúdo quem passa por dores neste período. Espero vocês na Assembleia. Obrigado, sinto uma grande alegria de estar junto com o Brasil. Agradeço a Deus e a cada um de vocês por este ótimo trabalho. Obrigado!

Antes de concluir, teve um momento especial para celebrar o centenário do nascimento de Chiara Lubich. Foi uma oportunidade única para agradecer a Deus pelo dom que Chiara tem sido para nós e para muitas pessoas em todo o mundo.

 


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)