Que o nosso dar seja sempre desinteressado

 

O nosso dar tem valor justamente por ser um dom gratuito.
O amor que colocamos em tudo o que fazemos acresce o valor até mesmo de pequenos gestos aparentemente insignificantes.
Quando o nosso dar é desinteressado, o outro entende que aquilo que está recebendo veio diretamente de Deus.
É importante que o outro não se sinta apenas ajudado, mas amado.
Em Mateus 6,1-4 Jesus nos ensina como fazer uma doação, como dar uma ajuda. Que não seja para parecermos bons diante dos outros, mas uma ajuda em segredo, vista somente por quem a recebe e por Deus. E muitas vezes pode ser até totalmente anônima.
Dar sem esperar nada em troca. Esse é o amor puro e genuinamente divino em sua motivação.

Apolonio Carvalho Nascimento


Compartilhe no

Facebook WhatsApp

Regolamento (500)