Ser tolerante para com todos

A tolerância e a aceitação são os primeiros passos em direção ao diálogo.
Os nossos relacionamentos podem se tornar sólidos se desde o início existir a tolerância.
Nós somos diferentes em muitas coisas: formação, preferências, ideias, escolhas. Por essa razão, a tolerância e a aceitação são importantes. Elas favorecem o respeito mútuo e o diálogo.
O respeito que […]

[Leia mais]

Não guardar ressentimentos

Guardar ressentimentos é como manter uma ferida aberta. É alimentar algo que nos faz sofrer.
Talvez façamos isso para demonstrar o quanto o outro nos feriu. Ou para manter vivo em nós o sentimento de vingança.
De todos os modos, é uma ferida que não cicatriza.
Quando há o arrependimento e um pedido de perdão por parte da […]

[Leia mais]

Criar vínculos de paz

Posso estar unido às pessoas por muitos tipos de vínculos: o vínculo familiar, o das amizades, o da categoria profissional, da nacionalidade, da origem étnica, da religião etc. Podem ser naturais ou ligados às minhas escolhas.
O vínculo de paz que posso criar com cada pessoa depende de mim, depende de meu esforço, de minha vontade. […]

[Leia mais]

Cada próximo é um dom de Deus para mim

Ao ler esta frase me vêm em mente pessoas que me fazem o bem, que me ajudam, que rezam por mim, que proporcionam coisas boas na minha vida.
Porém, posso também fazer um outro exame de consciência: como as pessoas que me fazem o mal, que não gostam de mim, que me perseguem, podem ser um […]

[Leia mais]

Esquecer as ofensas recebidas

Relembrar os bons momentos passados juntos vale mais a pena do que lembrar as ofensas recebidas.
Boas lembranças ajudam a não guardar ressentimentos que enferrujam a delicada engrenagem das relações. Elas nos fazem voltar às origens e a manter viva a genuína motivação de nossos relacionamentos: o amor recíproco.
Esquecer as ofensas nos faz lembrar que podemos […]

[Leia mais]

Manifestar amor uns para com os outros

A proposta de hoje nada mais é do que a lei do amor recíproco, que Jesus nos ensinou e nos mandou viver.
Acho muito didática a maneira como Chiara Lubich explicava como o amor é vivido no Paraíso: Deus pronuncia a palavra amor em infinitos tons e isto é a base do relacionamento que haverá entre […]

[Leia mais]

Ativar a reciprocidade

Tente fazer as coisas com uma só mão, caminhar com um só pé ou ver com um só olho. É tudo mais difícil e menos perfeito, não é verdade? Torna-se mais fácil fazer tudo com os dois membros e usando os dois olhos.
Acontece o mesmo quando queremos agir sozinhos, quando somos egoístas e individualistas. Isolados, […]

[Leia mais]

Amar sem preconceitos

Não cabe a mim julgar ninguém. Devo ver cada pessoa que encontro como um próximo a ser amado.
Não posso rotular as pessoas por categorias, por idade, pela aparência, por posição social ou qualquer outro tipo de qualificação boa ou ruim.
O meu dever de cristão é tratar com cada um sem nenhum tipo de preconceito.
Na minha […]

[Leia mais]

Ser solícito em acolher cada próximo

Ser solícito em escutar, ajudar, instruir, consolar, entender, cuidar, alimentar, vestir, visitar, hospedar, acolher, perdoar. Todos os verbos que significam serviço e doação de si.
Estar disponível exige tempo, mas o tempo é nosso e podemos usá-lo para fazer o bem. Além do mais, ter tempo é uma questão de prioridade e organização.
Ser solícito em acolher […]

[Leia mais]

Deixar como dádiva a paz

Partir do individual e chegar ao coletivo, isto é, ter atitudes pacíficas no próprio agir e trabalhar para que essa nova mentalidade de paz seja assimilada por mais pessoas.
Procurar intermediar as relações conflituosas colocando-se como um elo de amor entre as pessoas; não tomar partido segundo as emoções, mas permanecer do lado da verdade e […]

[Leia mais]
12345...»